JORNAL DA CAPITAL
Alex Henrique
players

Servidores dos Correios em Sergipe aderem a greve

Sergipe - 20/09/17 às 17:55h

Após assembleia realizada na noite da última terça-feira, 19, os servidores dos Correios no estado de Sergipe resolveram paralisar suas atividades por tempo indeterminado. Os funcionários sergipanos agora se juntam aos servidores de mais de vinte estados para reivindicar pela não privatização da Empresa e pela manutenção do plano de saúde.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios (Sintect), Sérgio Lima, desde julho o sindicato tem tentado negociar com a Empresa, mas não houve sucesso. “Nós não tivemos outra saída a não ser entrar em greve”, afirmou.

Ainda conforme o presidente, o Comando Nacional de Mobilização e Negociação permanece em Brasília para negociação com os Correios.

Na quinta-feira, 21, a partir das 7h30 da manhã, os servidores realizarão um ato em frente a agência dos Correios da rua Acre, no bairro Siqueira Campos, em Aracaju, e logo após, iniciarão uma nova assembleia.

Correios

Em nota, a assessoria de comunicação dos Correios informou que a paralisação não afetará as atividades, e que, em Sergipe, 93% do efetivo — o que corresponde a 754 empregados — estão presentes e trabalhando.

A assessoria ainda informou que os Correios estão dispostos a negociar com os grevistas. “Os Correios continuam dispostos a negociar e dialogar com as representações dos trabalhadores na busca de soluções que o momento exige e considera a greve um ato precipitado que desqualifica o processo de negociação e prejudica todo o esforço realizado durante este ano para retomar a qualidade e os resultados financeiros da empresa”, afirmou em nota.

 

Por Yago de Andrade e Aisla Vasconcelos




últimas notícias