JORNAL DA CAPITAL
Alex Henrique
players

Com interdição, delegado diz que não tem para onde mandar presos

Decisão judicial ocorre em virtude da falta de estrutura na unidade prisional. Presídio possui capacidade para 800 presos e possui atualmente 2318.

Brasil - 14/07/15 às 18:48h

O Complexo Manoel Carvalho Neto (Copecan), localizado no município de São Cristóvão, região da Grande Aracaju, está atualmente sem receber presos, situação que tem gerado superlotação nas delegacias da Capital e interior de Sergipe.

Segundo o secretário da Justiça, Antônio Hora, a interdição ocorreu no fim do ano passado, em virtude de uma decisão judicial, que revelava a falta de estrutura da unidade prisional, mas foi suspensa. Já em maio desse ano a justiça resolveu interditar novamente, pois o Copecam não havia cumprido as normas.

Os números da Secretaria de Justiça (Sejuc), revelam que o local possui capacidade para 800 presos e possui atualmente 2318.

O secretário disse também que entre as ações que estão sendo realizadas para minimizar os problemas, foram adotadas algumas medidas paliativas como uma audiência de videoconferência, uso de tornozeleira eletrônica. Além disso, ações dos gestores da Sejuc têm pedido a justiça que volte atrás da decisão.

Ainda de acordo com Antônio Hora, a reforma da unidade prisional de Areia Branca e a construção de um presídio, que está em fase de conclusão no município de Estância, região Sul do Estado, vão abrir cerca de 600 vagas.

Já os números revelados pelo delegado geral, Everton Santos, mostram que as delegacias deSergipe possuem 522 presos, sendo 422 deles somente em Aracaju. “Com a interdição em junho, ficamos sem ter para onde mandar os presos”.




últimas notícias